1 º O Maior

NOME COMPLETO: ROGER FEDERER
NASCIMENTO: 8 DE AGOSTO DE 1981 EM BASEL, SUÍÇA
ALTURA: 1,85M
PESO: 85 KG
DESTRO (BACKHAND DE UMA MÃO)
ANO EM QUE SE PROFISSIONALIZOU: 1998
TÍTULOS NA CARREIRA: 67
PREMIAÇÃO NA CARREIRA (ATÉ 2010): US$ 61,060,358

TÍTULOS DESDE 2001 ATÉ 2010: 
66 (16 GRAND SLAMS, 5 ATP TOUR FINALS E 17 MASTERS 1000)

O QUE APRENDEMOS COM FEDERER?

- Leia o jogo e antecipe-se sempre que possível. Se conseguir ter boas pernas e uma movimentação inteligente, você chegará bem em todas as bolas e conseguirá executar seus melhores golpes;

- Use o slice com sabedoria. Este golpe não serve somente para defesa, mas também para atacar e tirar o ritmo dos adversários;

- Tente construir um jogo completo. Seja capaz de jogar de todas as posições da quadra. Saiba atacar quando for preciso e também se defender quando necessário;

- Não tenha medo de tentar novos golpes, arriscar. Mas faça isso com consciência, em momentos em que é possível buscar algo a mais sem correr o risco de perder um pontochave;

- Não se abale ao perder pontos. Tente manter a mesma feição diante de todas as circunstâncias para que seu oponente nunca saiba quando você está pouco confiante em seu jogo;

- Respeite o tênis, os tenistas, o público. Este é um esporte tradicional com regras de etiqueta que, se seguidas, moldam o bom caráter de uma pessoa.

QUEM ACOMPANHOU OS PRIMEIROS ANOS DE TÊNIS de Roger Federer certamente acreditava no seu incrível potencial, mas dificilmente imaginaria que aquele rapaz talentoso, mas genioso – que tinha acessos de raiva em quadra que culminavam com raquetes destruídas no melhor estilo Marat Safin – viria a se tornar um exemplo de elegância.

Foi exatamente este gênio instável que impediu o suíço de alcançar seu destino glorioso tão logo se tornou profissional. Porém, assim que sua cabeça começou a trabalhar em conformidade com suas tremendas habilidades em quadra, o mundo passou a presenciar o que muitos consideram o melhor tênis já exibido na história.

No início dos anos 2000, o tênis parecia destinado a se dividir entre os grandes sacadores e os grandes devolvedores. Foi então que surgiu alguém que unia com maestria o tênis clássico – de técnica perfeita, nuances de saque-e-voleio – ao tênis força – de regularidade, precisão. Federer reuniu o que de melhor havia surgido nas últimas décadas: um saque devastador, uma movimentação de pernas fantástica, uma direita definidora, uma esquerda belíssima, jogo de rede espetacular… Logo ele se tornou sinônimo de versatilidade e perfeição – como um legitimo relógio suíço.

Mais do que isso, além de apresentar uma técnica fenomenal, que a toda partida exibe jogadas magistrais que deixam qualquer um de queixo caído, o suíço ainda possui grande finesse e um sangue-frio incrível nas horas mais preciosas.

Seu primeiro Grand Slam veio em Wimbledon 2003 e não demorou para que dominasse o circuito nos anos seguintes com uma facilidade impressionante. Entre 2004, 2005, 2006 e 2007 ele venceu 315 jogos, perdendo apenas 24. Assim, quebrou uma quantidade de recordes sem igual. Neste período, contudo surgiu seu grande rival, Rafael Nadal, que viria a interromper seu reinado em 2008.

Todavia, Federer se consagraria como o maior de todos de nitivamente no ano seguinte, quando conquistou Roland Garros – o único Grand Slam que faltava em sua galeria – e, em seguida, Wimbledon pela sexta vez – feito que representou seu 15º título de Grand

Agência de Marketing Digital bh Desenvolvido por 2CK Agência de Marketing Digital criacao de site bh criacao de loja virtual bh