4º Lleyton Hewitt

NOME COMPLETO: LLEYTON GLYNN HEWITT
NASCIMENTO: 24 DE FEVEREIRO DE 1981
EM ADELAIDE, AUSTRÁLIA
ALTURA: 1,80M
PESO: 77 KG
DESTRO (BACKHAND DE DUAS MÃOS)
ANO EM QUE SE PROFISSIONALIZOU: 1998
TÍTULOS NA CARREIRA: 28
PREMIAÇÃO NA CARREIRA (ATÉ 2010): US$ 18,843,702

TÍTULOS DESDE 2001 ATÉ 2010: 
22 (2 GRAND SLAMS, 2 ATP TOUR FINALS E 2 MASTERS 1000)

O QUE APRENDER COM HEWITT?

- Use a força dos golpes dos adversários em seu favor. Para isso, jogue dentro da quadra (sempre que possível), com pouco efeito e pegando a bola na subida;

- Entre em quadra para uma partida como se fosse para a guerra. É vida ou morte;

- Mais do que atacar, saiba contra-atacar, isso desmoraliza o oponente;

- Vibre, grite, comemore os pontos;

- Não se intimide com adversários mais altos, mais fortes, mais habilidosos, não são somente esses fatores que fazem com se vença uma partida de tênis;

- Pense taticamente. Ataque os pontos fracos dos rivais a todo momento. Leve-os à loucura;

- Seja rápido e consistente. Faça seus adversários errarem.

O GAROTO PRODÍGIO LLEYTON HEWITT TOMOU DE assalto o circuito da ATP no começo dos 2000. Aos 17, ele já assombrava o mundo pela velocidade de seus passos irrequietos em quadra e pelo ritmo alucinante de seu jogo. Com 20 anos e oito meses, ele se tornaria o mais jovem número um da história do tênis.

Em quadra, o australiano sempre foi notado e não apenas por causa de seu jogo. Além de ágil – capaz de imprimir uma velocidade que revolucionaria o jeito de se jogar tênis no início dos anos 2000 -, o garoto era temperamental e performático. Seus famosos “C”mon” (Vamos!) estridentes e agressivos despertavam sentimentos oscilantes no público, numa variável pendular que ia do amor ao ódio. Nos adversários, os gritos de Hewitt causavam raiva, pois ele nem sempre respeitava a etiqueta do jogo e comemorava os erros do oponente e não só seus acertos, como preza os bons modos do tênis.

Assim, o australiano se tornou, logo após o surgimento de Guga, o segundo tenista a dominar o circuito mundial, entre 2001 e 2002. O jogo ao mesmo tempo elegante e agressivo de atletas como Sampras, Agassi, Guga e Safin não foi páreo naquele biênio para o tênis de muita correria, excelente golpes de base e contragolpes milimétricos.

A falta de agressividade era compensada por uma personalidade às vezes irascível, e costumeiramente inabalável, mas também por um jogo de pernas fenomenal e a capacidade de saber usar as armas de seus oponentes a seu favor, levando-os à loucura por não conseguirem definir os pontos com winners, deixando-os atordoados com passadas e contra-ataques que pareciam impossíveis. No entanto, mais que vontade, ele tinha a certeza de que poderia vencer qualquer adversário.

E por alguns anos, mais precisamente até o surgimento de Roger Federer, foi Lleyton Hewitt justamente o homem a ser batido, conquistando, além do US Open de 2001, o título de Wimbledon, no ano seguinte, e dois ATP Tour Finals, neste mesmo biênio.

Agência de Marketing Digital bh Desenvolvido por 2CK Agência de Marketing Digital criacao de site bh criacao de loja virtual bh